Eu já contei aqui no blog um pouco das minhas tentativas desastradas de ter plantas em casa. Até ontem, as suculentas eram as únicas verdinhas a dar o ar da graça por aqui. É, até ontem mesmo. Isso porque eu nao resisti e resolvi fazer uma nova tentativa, depois de me apaixonar por essas suas bonitinhas aqui:

flores

Eu e meu namorado resolvemos dar adeus definitivamente à vida sedentária e fomos até o Parque da Cantareira, na zona norte de São Paulo. Na volta, fiz ele parar em uma loja de plantas com a desculpa que eu queria só “dar uma olhadinha”. Lá, um senhor muito simpático me apresentou a loja e respondeu muito paciente todas as minhas perguntas. Quando vi as duas, incorporei uma metralhadora e saí disparando perguntas, tipo entrevista ping-pong.

– Precisa de sol direto?
– Não.
– Preciso aguar todo os dias?
– Quando estiver muito quente, uma vez pela manhã e outra quando chegar em casa. Senão, pode ser uma vez por dia.
– Ela vive bastante se eu fizer isso direitinho?
– Sim.
– Como replanto para um vaso?
– É só colocar a muda dentro do vaso e completar com terra.
– Só?
– Só.
– Tem vaso do tamanho pra elas?
– Sim.
– Vou levar as duas. E mais dois vasinhos.
FIM.

Enfim, chegamos em casa, olhei para os vasos e já vi que tinha que dar uma cara melhor pra eles. Se fossem parar na sacada, ok. Mas já que o lugar reservado era na sala, então era meu dever deixá-los mais bacanas.

Apartamentoterapia

É agora que a gente termina o papo e vai para a prática. O que eu usei foi tecido, cola para tecido, pincel e tesoura. Só.

Medi a altura do vaso, adicionei quatro dedos e cortei o tecido. O ideal é passar a cola no vaso, aplicar o tecido pressionando com a mão e ir rolando o vaso pelo tecido aos pouquinhos, sempre na diagonal.

Faça isso primeiro no “corpo” do vaso e deixe por último das bordas de cima e de baixo.

Não se preocupe com os arremates na parte de baixo, afinal, esses detalhes ficam escondidos.

Usei uma tinta spray preto fosco para pintar o pratinho que vai embaixo do vaso. O ideal é esperar secar bem, por umas duas horas, antes de fazer qualquer coisa.

vaso6

Para replantar a muda, ao invés de terra, usei pó de coco, recomendação do senhorzinho da loja. Diz ele que é melhor, pois absorve menos a água (e por isso cada regada rende por mais tempo).

E o resultado? Olha aqui:

Gostaram? Me contem o que vocês acharam aqui nos comentários! 🙂

Posted by:Giovanna Delfini

Jornalista, gaúcha, gremista, curiosa, teimosa, exagerada.

5 replies on “Vaso cheio de cor. E amor. E flor.

  1. Giovanna,

    Achei seu blog quando estava dando uma googlada sobre “open house” e foi uma surpresa ótima!

    Amei cada post, todos lindos (in love por vc e o blog)!

    Tô pegando as dicas aos poucos, pois estou nessa fase de começar a montar o meu ninho, sozinha. E aqui tem muita coisa legal.

    Nesse post, a dúvida que surgiu foi a seguinte: qual o nome dessas plantinhas lindas?

    Obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s