Não é fácil, mas também não é difícil.
Para ter certeza de que é isso o que você quer, você tem que ter basicamente essas cinco questões em mente. Bora?

sujou
Infelizmente, ainda não foram inventados objetos animados (como os bules e talheres da Bela e a Fera) que se auto-limpam. Ou seja, o que ficar parado na pia, vai ficar ali até alguém tomar a iniciativa. A cama desarrumada, a mesma coisa. O pó no rack também. Se você não conta com uma diarista ou com uma profissional que limpe a sua casa pelo menos uma vez por semana, é pior ainda.

Calma: lavar a louça não é a coisa mais prazerosa do mundo, eu sei. Mas uma pia cheia de louça suja é menos ainda. Por isso, uma dica é: pegou um pratinho pra comer sanduíche? Lave depois de usar. Tomou café antes de sair de casa? Lave a caneca depois de beber. Os dois minutos perdidos agora são os 20 evitados depois. Para faxinar a casa, coloque o seu som favorito bem alto e encarne a Amélia. Você vai ver que cantando, o tempo passa mais rápido e a limpeza acontece com mais fluidez.

contas
Não adianta, uma hora ou outra elas chegam até a gente. E não adianta fingir que não recebeu porque é pior. Morar sozinha rende compromissos financeiros sérios e rotineiros, que se não cumpridos, rendem incomodações e rombos em todo o seu orçamento.

Calma: independente de ser uma planilha de excel, uma nota no desktop do seu computador ou um rascunho no caderno, o controle dos seus gastos deve ser feito de forma realista.

triste
Vai ter aquele dia que você vai se sentir a pessoa mais abandonada do mundo, que vai dar aquela aflição de não ter ninguém pra conversar, que até o barulho da TV vai te incomodar.

Calma: telefone, whatsapp, skype e internet estão aí para nos ajudar nesses momentos. Ligue pra família, chame as amigas para jantar na sua casa. Ou ainda, aproveite esse tempo sozinha pra fazer aquilo que você protela há tempos: leia um livro, atualize os episódios do seu seriado preferido, faça a unha ou simplesmente durma mais cedo. Esse tipo de sentimento costuma terminar quando você acorda no dia seguinte ou quando você se acostuma com ele. É temporário, acredite.

organizacao
Como falei antes, as coisas permanecem exatamente no lugar onde as deixamos. Só que o problema é que às vezes a gente esquece em qual canto da casa certas coisas foram guardadas. Quem nunca foi pegar um documento, abriu a gaveta e sentiu aquele frio na espinha porque o documento não estava lá? Depois dos cinco segundos de pânico, a gente sai que nem doida revirando tudo pela frente, numa busca implacável que nos rende dias de vida a menos de tanto nervoso.

Calma: determine onde cada coisa deve ser guardada na sua casa. Uma dica é nomear gavetas, pastas e envelopes com adesivos ou etiquetas. E por fim, OBRIGUE-SE a guardar as coisas ali.

sacovazio
Viver só de sanduíches ou de pipoca não dá. Morar sozinha é um prato cheio para a preguiça, inclusive na hora de ir para a cozinha. E nesse caso, o fast food e a comida congelada acabam virando aliados. Mas seguinte: cuidado. Não precisa virar vegetariano, mas com o tempo você vai perceber que a sua saúde vai começar a pedir coisas mais saudáveis.

Calma: você pode não virar chef do dia pra noite, mas aproveite os momentos sozinha para testar os seus temperos, os seus limites. Nem todas as vezes dará certo, mas um dia você encontra o melhor jeitinho de encarar a culinária. Aliás, aqui no blog a gente só vai dar receitinha fácil, é só ficar ligada. 🙂

Posted by:Giovanna Delfini

Jornalista, gaúcha, gremista, curiosa, teimosa, exagerada.

2 replies on “5 coisas que você deve saber antes de morar sozinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s