8 dicas para economizar no orçamento

Conter gastos não é motivo de vergonha pra ninguém. Muito pelo contrário, é uma medida tão necessária, que deveria ser consenso geral da nação. Afinal, ninguém gosta de comprometer o orçamento com juros de cheque especial ou de ter a vida financeira sempre pendenga. Quer economizar dinheiro? Quer juntar uma grana? Então abra o coraçãozinho para essas dicas bem importantes:
184389064

Vai ao supermercado? Faça uma lista.
Parece bobo e óbvio, mas a gente sabe que são poucas as pessoas que realmente fazem isso. Dê uma olhada nos armários e na geladeira pra ver o que realmente você precisa comprar. Isso evita que você gaste com o que já tem em casa. No supermercado, vá direto aos itens que estão na lista. Tem que ter autocontrole, eu sei, pra não cair na tentação de colocar no carrinho aquele molho importado que é uma delícia, mas acredite: assim você consegue economizar um bocado.

Reúna os amigos em casa.
Em vez de sair pra comer fora, reúna mais os seus amigos em casa. Assim, você evita os exageros, a perdição de ter um cardápio sempre à mão, uma saideira que não termina nunca e uma porção bolinho de arroz delícia quando você já comeu demais. Em casa, os comes e bebes saem mais baratos e a diversão é a mesma!

Faça comida em casa.
Se o seu trabalho dispõe de cozinha ou um lugar reservado para o almoço, aproveite para levar comida de casa. Uma porção a mais que você fizer na janta do dia anterior, pode servir para economizar no almoço do dia seguinte. Não é íntima da cozinha? Calma que aqui no blog a gente vai mostrar várias receitinhas rápidas e simples de fazer. Mas se ainda assim a vontade de cozinhar é quase zero, pelo menos leve frutas, sanduíches ou bolachinhas de casa para a hora da fome do meio da manhã ou do meio da tarde. Desta forma, você evita as idas à padaria e o gasto a mais no seu orçamento.

Tenha um cofre.
Pode ser um porquinho, uma caixinha, um vidro qualquer, não importa. Nem pense em deixá-lo na sala ou em algum lugar muito visto. Sobrou moedas das compras? Coloque ali. De vez em quando, coloque uma nota mais alta. Esse dinheiro pode ser usado nas compras pequenas emergenciais: um refri no mercadinho da esquina, o pão que faltou pro lanche da noite e por aí vai.

Cartão de crédito com um limite realista.
Prudência no uso do cartão de crédito não é novidade pra ninguém. Mas seja realista na hora de pedir o limite dele. De nada adianta o banco oferecer um valor muito acima do que você pagar no fim do mês, então fuja disso. Afinal, a gente sabe que se o limite é alto, vamos gastando, gastando, gastando e aí nos vimos numa situação bem complicada. Portanto, veja o quanto você pode se comprometer e, se necessário, ligue para o banco e peça uma redução. Antes isso do que cair nas garras dos juros, que são altíssimos!

Fique de olho nas promoções e liquidações.
Roupas, sapatos, acessórios. Todos são uma tentação na vida da gente. Mas a regra é muito simples: espere as grandes promoções para pagar a metade do preço por peças que desfalcariam o seu orçamento mensal.

Reveja planos de assinaturas.
Já conferiu se está utilizando tudo o que contempla a sua assinatura de celular e TV a cabo, por exemplo? Se, por acaso, você paga por um pacote mobile de 300 minutos e não gasta nem a metade, entre em contato com a sua operadora e veja a possibilidade de reduzir e gastar menos por isso.

Anote tudo.
Não existe forma melhor de ter o controle do seu orçamento do que anotar todos os seus gastos. Use o Excel pra isso. Não tem a manha? Em breve, aqui no blog, eu mostro a tabela que eu uso aqui em casa e ensino como manipulá-la. 😉

Anotou tudo? Viu como não são o bicho de sete cabeças? 🙂

Anúncios