Dê uma chance ao amarelo!

Eu preciso ser bem honesta: detestava amarelo. Na casa, na roupa e em qualquer outro lugar. Não sei de onde veio essa implicância toda, mas confesso que fui absurdamente convertida depois de começar a estudar decoração mais a fundo. Precisei ver para crer e me senti obrigada a mudar de opinião.

9d015307c6830039fbb96410753ffdf2

101755902.jpg.rendition.largest

Além de ser harmonioso, o amarelo na decoração esquenta, ilumina até mesmo quando o dia está nublado e ainda pode cumprir diferentes funções: dar sensação de mais amplitude, quebrar a seriedade de ambientes neutros, imprimir modernidade, romantismo e até conforto. Tudo depende de como ele é usado. Calma, não tô fazendo apologia pra que você pinte todas as paredes da sua casa com a cor. Afinal, tudo em exagero incomoda, cansa, além de ficar over demais. O que quero dizer é que, se você curtir a ideia, pode dar um up no visual de um cômodo com apenas um quê amarelinho: seja no papel de parede em apenas um lado do cômodo, em um utensílio na cozinha, no tapete, numa mesa de centro, no pufe, ou em qualquer outro objeto.

Mas como combinar? Amarelo, verde e azul, por exemplo, dão um clima bem aconchegante, divertido, com um toque de feminilidade. Mas quem acompanha as redes sociais do blog, deve ter notado quantas inspirações tenho postado com esse tom, né? E eu, particularmente, tenho as minhas favoritas, que quando combinadas com branco, arrasam:

Amarelo + Azul


Amarelo Cinza

Amarelo + Preto

Aqui em casa, apostei no amarelo e preto para fazer a reforma de uma cadeira que achei na rua. Lembram? O passo a passo aqui.
IMG_2408

🙂

Anúncios