Quem segue o Instagram do blog, deve lembrar que um tempo atrás postei uma foto de umas prateleiras suspensas com cordas e me desafiei a fazer uma aqui pra casa. Pois bem, estudando como ela poderia ser feita, me dei conta de quão fácil e rápido é. Não tem muita firula. Bar-ba-da.

Portanto, se você tem um cantinho da parede livre e quer um lugarzinho fofo para colocar plantas, livros e outros objetos queridos, vem comigo!

Você precisa de:

  • placas de MDF;
  • cordas;
  • tinta acrilica;
  • tesoura.

Antes da prática, algumas observações:
– O tipo de corda que você vai usar depende do gosto e do estilo que você quer pra casa. Cordas mais robustas, por exemplo, dão um ar mais rústico. Já as mais finas, ficam mais delicadas.

– Os tamanhos do MDF depende da área de parede que você tem disponível.

Bom, dito isso. Vamos ao passo a passo!
Faça dois furos em cada extremidade das placas. No meu caso, como não tenho furadeira em casa, pedi para o marceneiro fazer na hora da compra. Faça o teste para ver se a corda passa direitinho pelo furo só pra ficar tranquila e não desperdiçar MDF.

Passe um pano com álcool nas placas para tirar o pó e então, pinte do jeito que quiser. No meu caso, colori apenas a parte de cima e deixei as laterais e a parte de baixo da cor natural. Com a tinta seca, começamos a passar as cordas. Comprei corda de varal mesmo, dessas fininhas. Vi no mercado que existem de várias cores: azul, laranja, verde, mas preferi a branca mesmo. Um pacote vem com 10 metros de corda, que deu certinho para fazer o projeto.

Cortei a corda na metade, assim trabalhei com dois pedaços. Comecei passando pelo furo de dentro da tábua de baixo (não esqueça de fazer um nó bem reforçado antes e depois de cada furinho para o MDF não escorregar). Entre uma placa e outra, deixei 22cm de corda. Dei um nó e passei paralelamente pelo furo da segunda placa.

foto-1-(2)

O tamanho da alça vai depender da altura que você quiser que as prateleiras fiquem suspensas. Acertou o tamanho, faça o mesmo trabalho nos furos de dentro do outro lado do MDF. Repita o processos nos furos de fora.

foto-2-(2)

Pra finalizar, faça um teste de força com as mãos, empurrando as placas para baixo. Assim você se certifica que não vai despencar tudo no chão.
E tá pronto!
🙂

foto-3-(1)

foto-4

foto-5

Posted by:Giovanna Delfini

Jornalista, gaúcha, gremista, curiosa, teimosa, exagerada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s