Sempre atuais: como não amar as mesas Saarinen?

Das tantas belezuras que o arquiteto finlandês Eero Saarinen nos deixou como legado, com certeza está a Coleção Pedestal (1955-1956). Nela, mesas e cadeiras ganharam pés com toques curvilíneos e forma orgânica e, por isso, são chamadas de tulipas ou simplesmente Saarinen. Visionário e considerado futurista para a época, ele se associou ao casal Ray e Charles Eames (sim, os das cadeiras que a gente ama) e aí, meu povo, os caras arrasaram com diversos lançamentos vanguardistas, tanto na arquitetura quanto no design.

Mas a gente precisa falar mesmo das mesas Saarinen. Impressionante como o tempo passa e elas continuam sendo atuais para qualquer tipo de ambiente. Além do lado prático (como o pé é central, há mais espaço para cadeiras no entorno), elas são de uma elegância e contemporaneidade sem fim, independente do material do tampo que elas recebam. Mármore, madeira, vidro ou metal são opções que vão depender muito do estilo que você quer para o ambiente.

Foto: homedesignideas.eu

Assim também como as cadeiras usadas. Você pode usar as do mesmo modelo para criar uniformidade? Pode sim, maaaaaaas caso queira diversificar, saiba que a Saarinen tem o coração aberto para muitos outros estilos de cadeiras, sem perder a harmonia. Pelo contrário, um estilo pode complementar o outro, como nos exemplos abaixo:

Mesa Saarinen + Cadeira Bertoia

Mesa Saarinen + Cadeira Thonet n°9

Mesa Saarinen + Cadeira Panton

Mesa Saarinen + Cadeira Eames

Mesa Saarinen + Cadeira Wishbone

Mesa Saarinen + Cadeira Formiga

Mesa Saarinen + Cadeira Thonet n°14

Só amor. E você? Gosta das Saarinen? Deixe nos comentários! ❤

Anúncios